Secretarias Municipal e Estadual de Saúde tentam acalmar população em pânico com os casos de meningite em Parambu ~ Blog do Abraão Barros Parambu

quarta-feira, 24 de maio de 2017

Secretarias Municipal e Estadual de Saúde tentam acalmar população em pânico com os casos de meningite em Parambu



Durante palestra realizada na manhã desta quarta feira (24), na Escola Francisco Alves Teixeira, técnicos da Secretaria Municipal de Saúde, da 14ª Regional de Saúde e da Secretaria Estadual de Saúde – SESA uniram um mesmo discurso na tentativa de acalmar a população parambuense que está em pânico com o surgimento de casos de meningite que ocasionam óbitos na ultima semana em Parambu.


Em mais de duas horas de explanação do assunto, os profissionais de saúde tentaram tranqüilizar a população e fazer com que a cidade retome a rotina normal ao afirmarem que “não há razão para pânico” e que as providencias estão sendo tomadas.

Da 14ª Regional de Saúde veio a Dra. Maria Dulce e da Secretaria Estadual de Saúde – Núcleo de Vigilância Epidemiológica foi enviada a Dra. Aline Albuquerque, que ministrou a palestra falando da meningite, causas, tipos, diagnóstico, tratamento, prevenção e etc. Na explanação ela apresentou os gráficos de registros da doença no Brasil e no Estado nos últimos anos e os procedimentos que são feitos seguindo o protocolo de prevenção e controle recomendado pelo Ministério da Saúde.

Vacinas
Em relação à vacina para a meningite, os profissionais de saúde esclareceram que a rede publica oferece para crianças de até 1 ano e adolescentes de 12 e 13 anos.

A Coordenadora da 14ª Regional de Saúde, Dra. Maria Dulce, afirma que uma vacina para imunizar toda a população só seria disponibilizada em caso de surto coletivo, o que não é o caso de Parambu. Segundo a mesma, os órgãos de saúde classificam os casos registrados nesse município como alerta brando com possível surto que está sendo feita a investigação adequada.

Ela alerta ainda para o perigo da automedicação que muitos estão fazendo ao procurarem medicamentos em farmácias. “As pessoas que tiveram contato intimo e prolongado com as vítimas e que precisavam ser medicadas já foram medicadas”, disse.

O pânico
Dra. Aline Albuquerque afirma que não se aplica nos casos de Parambu a recomendação de fechar escolas ou parar o trabalho. Ela recomenda que as pessoas devem seguir suas rotinas normalmente, porém, ficarem atentas e procurarem o atendimento medico no surgimento de eventuais sintomas característicos da doença.

Máscaras
Nesta quarta feira, 24, o estoque de mascaras nas farmácias do município ficou quase zerado e observar nas ruas, nas lojas, comércios e repartições publicas da cidade, pessoas usando máscaras foi uma cena bastante comum durante todo o dia em Parambu.

OUÇA A ENTREVISTA COLETIVA CONCEDIDA ÀS EMISSORAS DE RÁDIO DA CIDADE


0 comentários:

Postar um comentário

CURTA NOSSA PÁGINA

Todos os direitos reservados Abraão Barros. Tecnologia do Blogger.

MERCHANDISING

MERCHANDISING

MAIS SAÚDE

MAIS SAÚDE

MÉDICA VETERINÁRIA

MÉDICA VETERINÁRIA

COMERCIAL SÃO MATEUS

LOJA CENTER MIX

N-SISTEM

ÓTICAS MARINHO

Total de visualizações

VALE A PENA OUVIR

SIGA O AUTOR DO BLOG NO G+

Arquivos de Notícias

MAIS LIDAS DA SEMANA