Conatran determina que cinquentinhas tenham registro de chassi ~ Blog do Abraão Barros Parambu

quarta-feira, 2 de março de 2016

Conatran determina que cinquentinhas tenham registro de chassi



As auto escolas cearenses terão o prazo de 180 dias para se adequarem às normas de aulas práticas de direção aos condutores que queiram adquirir uma cinquentinha. Com a nova resolução, as empresas precisam disponibilizar motos de 50 cilindradas, além de professores capacitados para os ciclomotores, que serão obrigados a ter chassis.

O Conselho Nacional de Trânsito (Conatran) publicou, na edição da última segunda-feira, 29, a Resolução 579, que dá o novo prazo aos Centros de Formação de Condutores (CFC) e às auto escolas para se organizarem. Como as auto escolas ainda vão se ordenar quanto à nova legislação, elas ainda não podem dar aulas práticas para os futuros condutores desse tipo de veículo. A data 29 de fevereiro foi o último prazo estipulado pelo governo federal para que os motoristas se habilitassem a guiar uma "cinquentinha".

Os usuários podem escolher entre a Autorização para Conduzir Ciclomotores (ACC), habilitação específica para os ciclomotores, ou a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) do tipo A, que é a mesma de motos.

Os motociclistas que já possuem "cinquentinha" precisam procurar o Detran para poder regularizar a situação dos veículos. O condutor deve pagar R$ 169,93 para ter o primeiro registro do chassi, junto a uma oficina credenciada ao Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro). As montadoras têm que cadastrar o chassi de cada ciclomotor novo que produzirem no Banco Índice Nacional (BIN), referência para o Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavan). O Detran só pode emplacar se o chassi for cadastrado na BIN. Em julho passado, o Contran determinou que os ciclomotores deveriam ser emplacados pelos Departamentos Estaduais de Trânsito (Detrans).

Até então, essa tarefa era dos municípios, que não faziam cumprir a exigência. Esse vácuo na lei deixava muitas "cinquentinhas" sem placa rodando. Com o emplacamento, também veio a cobrança pela habilitação e do uso do capacete, que também já eram previstos em lei.

Uso obrigatório
A condução de ciclomotor até 50 cilindradas só pode ser feita por quem é habilitado legalmente com a CNH, categoria A, ou a ACC, ambas emitidas pelo Detran. Quem for abordado por equipes de fiscalização de órgãos executivos de trânsito conduzindo ciclomotor sem a documentação e sem usar capacete terá o veículo apreendido e rebocado para o depósito do órgão.

O procedimento para obtenção desses dois documentos é idêntico: matrícula em Centro de Formação de Condutores (CFC) ou autoescolas, pagamento de taxas com os mesmos valores e a frequência de aulas com a mesma carga horária.

Site: Diário do Nordeste

MERCHANDISING

0 comentários:

Postar um comentário

CURTA NOSSA PÁGINA

Todos os direitos reservados Abraão Barros. Tecnologia do Blogger.

MERCHANDISING

MERCHANDISING

MAIS SAÚDE

MAIS SAÚDE

MÉDICA VETERINÁRIA

MÉDICA VETERINÁRIA

COMERCIAL SÃO MATEUS

LOJA CENTER MIX

N-SISTEM

ÓTICAS MARINHO

Total de visualizações

VALE A PENA OUVIR

SIGA O AUTOR DO BLOG NO G+

Arquivos de Notícias

MAIS LIDAS DA SEMANA